14 de set de 2009

Tem coisas que nunca queremos lembrar

E outras que nunca queremos esquecer.
Assisti:

- Brilho eterno de uma mente sem lembranças - De início o filme parece um pouco confuso. Algumas coisas não fazem sentido. Mas logo vai se esclarecendo... e apesar do final feliz, a gente chora. Chora porque sabemos que se fosse possível, cometeríamos o mesmo erro dos personagens de tentar apagar de nossas vidas todas as lembranças das pessoas que nos fazem sofrer. E isso é um erro enorme. Sofremos porque temos boas lembranças com estas mesmas pessoas. Tão boas lembranças que não merecem de maneira alguma serem apagadas. Lindo filme. Chorei.



Essa semana foi agitada.
Fui na Adventure Fair e no Revelando São Paulo.
(fotos no meu Orkut)
Estou um pouco cansada, mas alegre pelos bons momentos.
Matei saudades da Deza Travia e conversamos até cansar...
Tudo com Jerê acompanhando pacientemente. Um amorzinho ele.

... cansada.
É isso.

Nenhum comentário: