17 de set de 2009

Coelho branco correndo com relógio...

Assisti:

- A chave mestra - O início é obscuro mas depois que se descobre quem é a velhinha, perde a graça.
A menina cheia de boas intenções em cuidar de velhinhos terminais não convence.
Vale assistir à noite na Globo, num sábado tedioso... :P

- O último rei da Escócia - Cheguei a pensar que Amin era bipolar. Sabe quando a pessoa tem "canal 1" e "canal 2"? Huahuahua...
Assisti porque é um filme que Gillian Anderson [eterna agente Scully de Arquivo X] aparece. Aliás, aparece bem sem graça... A terceira esposa do presidente Amin realmente parece muito mais simpática, sensual e tentadora.
Forrest Whitaker realmente é o foco do filme e chama atenção sempre que está em cena. A gente sempre fica com aquela sensação de "O que é que ele vai aprontar agora com doutorzinho?" mas também de santo o jovem médico escocês nada tem, né?
O gracinha do James McAvoy que faz o Dr. Garrigan só se ferra. Mesmo quando parece levar alguma vantagem. :P
Muita ingenuidade pra pouca pessoa.

- Viagem a Darjeeling - Adoro Owen Wilson e por isso assisti este filme.
Adrien Brody só tem uma expressão??? Ok... ok... [tá concorrendo com o Nicolas Cage pra esse "título"]
A surpresa fica pra Jason Schwartzman e seu bigode, paquerador de garotas que servem limonadas. Hehehe...
Um filme que de início tinha a promessa de mostrar lugares encantadores da Índia acaba por mostrar outro lado desconhecido e talvez até mais interessante, fora do foco dos turistas que por ali viajam. Os pequenos vilarejos, os lugares "no meio do caminho" por onde o trem passa.
E o que faz Bill Murray neste filme além de só aparecer? Huahuahua...
O fim é realmente como se livrar do peso, aquela carga desnecessária, que é o passado.
Não chega a fazer chorar, mas emociona.



Atrasada. Estou atrasada.
Mas isso não é um problema.
Só fica uma correria de pensamentos dentro de mim.
Por fora, tranquilidade...



Mês que vem vai ter promoção neste blog.
Aguardem.

Nenhum comentário: