28 de fev de 2003

Aviso aos navegantes:

Dia 12 de Março é meu aniversário.

22 aninhos.

:)
Saldo mensal literário:

Neste mês eu li

A História da Palestina - Rolf Reichert
Histórias Brasileiras de Verão - Luis Fernando Verissimo
Os Meninos da Rua Paulo - Ferenc Molnár
A Busca dos Óculos de Graal - Derico Sciotti
Cásper - Pioneiro na Imprensa - Silveira Peixoto
O Marido do Doutor Pompeu - Luis Fernando Verissimo
Orgias - Luis Fernando Verissimo
O Desafio de Israel - Amilcar Alencastre
O Principe - Nicolau Maquiavel
O Velho e o Mar - Ernest Hemingway

Só.
Só?
Hehehe...

26 de fev de 2003

Acabei de ler o livro O Desafio de Israel, de Amilcar Alencastre.
Terrível. Não a história de Israel, mas o texto mesmo... tem erros bizarros, escrita errada, desde erros ortográficos a erros gráficos... linhas inteiras fora do lugar... umas duas linhas abaixo de onde deveriam estar... plurais errados... nomes errados!
Se alguém pretende reeditar este livro, recomendo que use um bom revisor e corretor, senão, pode esquecer...

No momento, estou lendo o livro que me foi proibido nos últimos 7 anos... Mas agora lerei e ninguém me impedirá... háháhá!
Estou lendo O Príncipe, de Maquiavel.

Agora, se eu ficar mais chata e má do que já sou, a culpa é do livro... hahaha...
Puxa!
Consegui cerca de 45% de desconto no Etapa, mas não poderei fazer o cursinho...
Simplesmente porque não tenho como pagá-lo.
R$266,00.

Impossible.

22 de fev de 2003

Poxa...
Nem posso mais ler no metrô que todo mundo fica me olhando esquisito???
Que tem demais em ler um livro dentro do metrô num sábado a tarde???

Acabei de ler o livro A História da Palestina, de Rolf Reichert, e agora estou lendo O Desafio de Israel, de Amilcar Alencastre. Mais para completar idéias, ver outros pontos de vista... só isso.
Agora já sei quem está atacando e quem tá defendendo o quê no Oriente Médio... Ufa!
Não aguentava mais dormir sabendo que tava acontecendo uma guerra lá fora, nem sabia porquê...

Hoje o dia foi dos diabos também...(como naquela segunda...)
Acredita que eu fui fazer uma prova às 2h da tarde e não achei o lugar da prova???
E o pior, todos moradores, tio de banca de jornal, taxista... ninguém ouviu falar da tal unidade do cursinho Universitário por lá... Eitas!

Só mesmo voltando pra casa e ouvindo Vivaldi a tarde toda.
As Quatro Estações - O Verão: allegro non molto - adagio molto-presto
Sinfônica de Roma - Regente: Nino Bonavolontà

e pra melhorar, quem puder me arranjar uma camiseta destas, agradeço...

20 de fev de 2003

TRILHA NA SERRA DA CANTAREIRA

Bom, só para avisar aqueles que por acaso passarem por aqui e estiverem interessados em ir à Serra da Cantareira, dia 15 de março ( anotem na agenda), irei tentar juntar um pessoal para ir. O percurso previsto é: entrada pelo Núcleo Pedra Grande, percurso principal, com idas ás trilhas da Bica do Seu Toninho e do Bugio, indo depois para o Núcleo Águas Claras, fazendo a trilha da Samambaisa-Açu e trilha das Águas Claras, retornando à entrada do Núcleo Pedra Grande.
Será gasto, da estação do metrô Tucuruvi, duas passagens de ônibus ( uma pra ir e outra pra voltar) e dois reais de entrada na reserva.
Saída às 8h da manha, da estação do metrô, e retorno às 17h30 do mesmo dia.
É necessário que se leve uma garrafa média de água, tipo gatorade serve, e vá vestido com roupas esportivas ou confortáveis. Leve um lanche leve, tipo sanduíches, biscoitos, salgadinhos ou cereais em barra. Pode levar máquina fotográfica. Não é permitida a entrada de bicicletas, patins, motos ou carros. Não pode entrar com equipamentos de som.
Quem quiser ir, aguardo contato por e-mail até o dia 12 de março.
lucianaueda@estadao.com.br
Quem quiser ver fotos do local, há na galeria de fotos do meu site.
Até lá.

19 de fev de 2003

Puxa!
Tem alguma coisa pior que a TPM acabar, não ter boa pontuação na prova pro cursinho, seu salto do sapato quebrar e ainda encontrar com a pessoa que você acha mais do que insuportável???
Pois é.
Tive tudo isso num dia só.
Infernal segunda-feira.
Eita!

16 de fev de 2003

15 de fev de 2003

opa! problemas tecnicos nos arquivos...
só um momentinho...
já vorto.

14 de fev de 2003

Teste, teste.
Quem foi que disse que isso aqui está falhando???
Fotos da Serra da Cantareira já escaneadas... aguardem...
Em breve na galeria de fotos.

13 de fev de 2003

Site do Chemical Disaster v.2003 no forno, quase pronto pra sair.
Em breve, mais notícias sobre o site da CAC, que eu tava devendo desde que fiz o meu site pessoal...

12 de fev de 2003

Só!
Agora o diário é aqui, na cara do site.
Post velho.

Luis Fernando Veríssimo: O PROFETA

Não. Não se trata de mais uma crônica do meu queridíssimo autor. Trata-se de uma profecia.
Surpresa, não imaginava isto quando distraidamente deixo entre minhas mãos, cair da estante da biblioteca um livro do Veríssimo.
Imaginei: Depois de uma semana inteira de chuvas, e agora uma semana toda de sol sem trégua, nada como Histórias Brasileiras de Verão - as melhores crônicas da vida íntima, do (óbvio) Veríssimo.
Não resisti e acabei pegando também Os Meninos da Rua Paulo, de Ferenc Molnár. Aliás, um título atraente para qualquer paulista que já ligou o rádio um dia e ouviu uma música do roqueiro grupo Ira!. E certamente, nunca mais a esqueceu. São inesquecíveis.
Mas não vim falar de rock. Vamos ao que interessa.
Fui à biblioteca devolver o incansável (quem sabe alguém lê isso e toma coragem pra ler?) Os Sertões, de Euclides da Cunha. De praxe, pego outro livro qualquer. Não importa o tamanho, assunto ou interesse. Só para não perder o costume de ler. Só para não me enfurnar em casa, sem ter desculpas para ver a cara do sol ou do pessoal da biblioteca, que merece só elogios...
Até aí, tudo bem.
Eu, julgando o livro do Veríssimo uma literatura leve (bem mais leve que Os Sertões, com certeza absoluta), no mesmo dia, assim que voltei da biblioteca e depois de ter almoçado um almoço sem muita criatividade (por causa do calor), abri o livro e o engoli, entornando frase após frase, goela abaixo (ou poderia dizer olhos abaixo...), quando lá no finzinho do livro, leio o seguinte trecho:
Múltipla escolha (página 251)
(...)
3) Você não passa no vestibular. você: (olha que opção! E eu que antes de ontem acabei de saber que não passei no vestibular...)
a) pensa em se matar, pensa em se dedicar ao crime, finalmente decide fazer um curso técnico, torna-se líder sindical, depois entra na política, acaba sendo o segundo torneiro mecânico eleito presidente na História do Brasil: (isso me deu um estalo! Como podia o Veríssimo saber em 1999, ano da publicação do livro, que um torneiro mecânico, é claro que estou falando do presidente Lula, viria a ser presidente da república em 2003???)
b) tenta de novo, e de novo, e de novo e acaba casando com uma viúva rica que é, inclusive, dona de uma universidade. (seja como for, nesta crônica, acabei ficando com a segunda alternativa, excluída a viúva...ou poderia ser viúvo?)
Mas ficou totalmente sem importância depois que li mais à frente outra crônica, PURFAS, na página 259, e vi o quanto eu era arcaica, retrógrada, atávica.
Era apenas uma crônica de auto-crítica do autor, que se achava meio por fora das tecnologias e linguísticas atuais. ele fala dessa coisa de digitalizar tudo. De não se comprar mais um livro: downloadear.
Ri de mim mesma.
Ninguém sabe que tudo que coloco no meu site é antes, tudo feito à mão. Papel, canetinhas coloridas... e pasme! Todos os testos antes são escritos à máquina de escrever. Isso mesmo: Aquela geringonça barulhenta, pesada, sem auto- correção ou fontes bonitinhas. Tudo varia entre maiúsculas e minúsculas, e entre o preto e o vermelho. Só. E sem Arrobas (@)...
Agora compreendo claramente os porquês que nunca iria me acostumar com a alta tecnologia: gosto de livros, revistas, jornais de papel, dos vinis e das fitas k7, da minha querida máquina de escrever (que mesmo sobre extenso apagão, não pára de trabalhar) e (claro!) tudo de mais interessante captado na Internet, impresso em papel, devidamente arquivado, ali, ao lado dos jornais...
Ainda me pergunto por quê não me livrei do celular...
De qualquer modo, mantenho meu site assim, devidamente atualizado.
Ah, esses jovens de hoje! Vai entender...
Lu (prestes a fazer 22 aninhos em um dia destes de março...)
Eu leio, tu lês, ele lê, nós lemos, vós leis, eles lêem.
Pena que nem tudo é perfeito.
Um livro atrás do outro...

Esta semana já li:

A Busca dos Óculos de Graal - Derico Sciotti
Espetacular pelo seu formato, ridículo pelo seu contexto e adorável pelas "orelhas" (quem já leu o livro, entende do que estou falando).
Tudo que já era esperado do Sr. Derico, integrante do Sexteto do Jô.

Cásper ; Pioneiro na Imprensa - Silveira Peixoto
Verdadeiro sonho de jornalista. Ah, se o mundo só tivesse Cásper Liberos, ao invés de certas "bundas" que circulam, abrem a boca e nada dizem nas televisões... Certamente, só teríamos o canal da Gazeta... OPS! Retiro o que eu disse. Cásper foi pioneiro. Mas ainda bem que depois existiu Roberto Marinho e cia. Infelizmente existe Marlene Mattos e cia...

Continuo lendo A História da Palestina - Rolf Reichert.

9 de fev de 2003

Depois de ler o livro do Verissimo (Histórias Brasileiras de Verão), já li o livro do Ferenc Molnár (Meninos da Rua Paulo) e quase chorei com a morte do herói.
Antes mesmo de começar a ler o Veríssimo, comecei a ler um livro de Rolf Reichert ( A história da Palestina), que ainda não terminei de ler... Mas é extremamente interessante.
Recomendo para quem faz jornalismo e quer entender os raios de guerras que sempre acontecem no Oriente Médio.
Só.

6 de fev de 2003

Enfim!
Acabei de ler Os Sertões, de Euclides da Cunha. Estupendo! No início, desacreditei, mas conforme se vai lendo, a história vai envolvendo... aí fica aquela sensação do "E agora?" ao virar mais uma página...
Esse recomendo, apesar das mais de 500 páginas...

3 de fev de 2003

Olha minha pauta aqui:


Quarta-feira, Janeiro 29, 2003

Eu Leio a ZERO


Sim, é ele mesmo! Mr. Arlindo Barreto, o primeiro e único Bozo ahn, desculpem, Pastor Bozo, por favor. Mais detalhes na Zero #6

[ postado por Daniel Motta
em 6:35:42 PM ]


Moída mas feliz.

Não é de novo outro caso de show do Metallica/ Sepultura... É apenas 11Km de caminhada na Serra da Cantareira.
Em breve, fotos na galeria... Talvez não tão breve assim...(tem tanta foto pra colocar antes...)