6 de jul de 2011

Alone

O que pessoas sozinhas gostam de fazer?

Ir ao cinema sozinhas.
Ver filmes em casa, sozinhas.
Ler livros.
Passear.
Fazer coisas que muitas pessoas costumam fazer acompanhadas.
Mas sozinhas.

Já deve estar pensando no #foreveralone neste momento, mas quantas vezes já quis um minuto de silêncio para poder estar somente com seus pensamentos?
Pessoas sozinhas não são necessariamente pessoas inseguras.
Pelo contrário, não dependem de opinião alheia para tomar decisões.
Pessoas sozinhas não são #foreveralone.

São seletivas em suas amizades e sabem que pessoas vão e vem a todo momento. Somente os verdadeiros amigos vão permanecer. E amizades verdadeiras, qualquer um sabe que são poucas, raras e devem ser conservadas como verdadeiros tesouros na vida.

[Sim, é assim que eu encaro minhas amizades. Como verdadeiros tesouros.]
Por meus amigos eu atravesso a essa cidade caótica, debaixo de chuva, pra levar um copo de cappuccino. Ou pode ser grana também. Nunca sabemos ao certo quais são as emergências dos amigos... kkk
Às vezes só querem um ombro amigo. Uma presença confortável e confiável.

Sei que sou hard com quem não é meu amigo.
Sei que sou seletiva demais.
Sei que as pessoas que convivem comigo têm medo do que posso fazer a qualquer momento, como se eu fosse um monstro ou coisa do tipo.
Sei que muitas vezes sou rude. Estou longe de ser doce e amável com quem não é meu amigo.
Meus verdadeiros amigos sabem que sou uma pessoa carinhosa, que zelo pelos meus amigos.
E que viro uma verdadeira fera se for pra defendê-los. Roarrrrr...

Sei que vivemos em uma sociedade capitalista onde as pessoas gostam de ser bem tratadas a todo momento, aduladas, e muitas vezes, enganadas.
Sorry, baby. No quesito convivência social e amizades, estou longe de adular pessoas. Sou o ser mais sincero que vai conhecer.
Talvez por isso, eu fique mais sozinha.
Pessoas não gostam de ouvir verdades.
Preferem uma mentira suave e doce, envolvente e encantadora.

Acho que sou crua como análises econômicas de balanços patrimoniais.
Quase como um relatório médico.
Mas relatórios médicos costumam ser mais sutis, para não abalar pacientes.

Yes, I'm alone.
But I'm happy with this.
I can translate it: It's the freedom.
A real freedom.

Não preciso fazer média com ninguém.
Não preciso comprar ninguém.
Não preciso me vender.
Fazer o que gosta porque se gosta.
Não fazer o que não gosta porque não se gosta.
Simples assim.

Se eu amo alguém?
Claro!
Eu mesma.
E isso não é egoísmo ou narcisismo.
É amor próprio.
É se valorizar.
É estar se lixando pra opinião alheia.
Massagens no ego fazem bem.
Mas não enchem minha conta bancária. Definitivamente.

It's only a little piece of my things.
That's it.

Um comentário:

Your Adrenaline disse...

As únicas pessoas que eu conheço que valem a pena são aquelas que realmente se importam demais consigo mesmas pra se importar com os outros, justamente porque são as únicas que são verdadeiras. As únicas que mandam a gente se foder quando realmente não querem uma conversa. As únicas que quando estão ao nosso lado é porque realmente gostam da gente e não por que querem agradar a gente. São aquelas que não ficam com aqueles abraços e beijinhos falsos dizendo que nos amam, que somos seus melhores amigos. São aquelas que simplesmente demonstram a amizade que sentem com pequenos gestos. Pessoas sozinhas são pessoas fortes.