4 de abr de 2005

Um Ricardão na minha vida - parte II

Exausta.

A tradução mais exata é essa: exausta.

Apesar de estar estagiando apenas aos sábados, fazendo o que mais amo no lugar que mais amo, ando muito cansada pelo que ocorre fora do estágio...

Depois da sensacional gincana que ocorreu dia 28.03 com uma vitória maravilhosa do Primeiro Alfa (Turma da Simony... ou melhor, Mayara), apresentar o trabalho sobre a Malásia com o Cézar (que sinceramente achei uma mercadoria, apesar da professora Juliana ter gostado), e sobrevivido à esta semana, acho que não consegui fazer nada de proveitoso nesta semana.

Não ganhei 11 milhões na Mega-Sena, que acumulou de novo e vai para 13 milhões... Quem sabe desta vez?

Meu caro amigo Rafael Matsunaga, vulgo Rednuht, irá completar suas primaveras em pleno outono, no próximo dia 13.04 e ainda nem decidi o que darei a ele de presente...

A semana vai ser cheia... Provas nos dias 5, 6, 8, Trabalhos nos dias 4, 8, 11, TCC do 3º Tur no dia 12, Treinamento do PEC (Combate de Incêndio) nos dias 14 e 15, Estágio no dia 16, Missa de um ano da morte da minha bisavó no dia 17, Passeio no PEC dia 10...

Se tiver sorte, páro para pensar um pouco na minha vida...

Acabei não lendo os livros que peguei na biblioteca Circulante e terei que renová-los...

Well, O Ricardão acabou desaparecendo como cerveja em bar na sexta-feira... Para quem que apareceu tão de repente na minha vida, também se foi, sem deixar rastro. Não conseguia identificar meu telefone de casa no celular nem na terceira vez que liguei pra ele... E ainda liga para meu telefone pra perguntar quem foi que ligou pra ele e deixou recado (que ele não ouviu...).
Enfim, um chute no saco.
Bola pra frente (sem referências ao chute).
A fila tem que andar! (essa é minha frase predileta).

O "Gatinho" anda manhoso... Mas ainda não sei se ele corresponderia às minhas expectativas... afinal, essas "crianças" sempre serão mais novas que meus 24 aninhos... :(
Já o "Carioca", ainda não sei quais são as intenções desse meu caro colega...
Já o Matias, do PEC, é um mala de marca maior... e casado. Tô fora.

Humm... a vida ainda está começando...
E a semana também...
Como já disse, ela promete...

Voltarei ainda esta semana para falar um pouco mais sobre o que ando fazendo por aí...

Nenhum comentário: